Varizes

shutterstock_78888298.jpg

Varizes

As veias superficiais dilatadas podem assumir a forma de telangiectasias, veias reticulares ou veias tronculares Embora as causas não sejam totalmente conhecidas, são mais frequentes nas mulheres e verifica-se uma tendência hereditária para este tipo de patologia. A gravidez, terapêutica hormonal de substituição, uso de contracetivos, obesidade, traumatismo e longos períodos em pé são reconhecidamente fatores agravantes. Exercício físico, redução de peso e compressão com meias elásticas podem suster a progressão da doença mas não evitam o aparecimento de novas lesões.

ESCLEROTERAPIA OU ESCLEROSE

A escleroterapia pode ser usada para tratar varizes de todas as dimensões, desde os finos vasos (telangiectasias) até às veias tronculares mais grossas. Através de uma agulha muito fina injeta-se nas veias um agente esclerosante (polidocanol, entre outros) que destroi o seu revestimento interno (endotélio). As veias entram em colapso, ficam obstruídas e sem circulação de sangue no seu interior, tornam-se fibrosadas e são reabsorvidas.

PEÇA-NOS UM ORÇAMENTO
OU MAIS INFORMAÇÕES

Obrigado!

A escleroterapia alivia os sintomas das varizes e derrames na maioria dos pacientes. Com este tratamento as varizes e derrames podem ser resolvidos numa fase inicial, ajudando a prevenir futuras complicações.

 

Podem ser necessárias várias sessões dependendo do tipo e número de varizes ou derrames a tratar, com uma ou várias injeções por sessão, sendo o procedimento efetuado no consultório. As atividades normais podem ser retomadas de imediato e o tratamento causa um desconforto mínimo.

LASER PERCUTÂNEO / IPL

A capacidade do laser ou da luz pulsada (IPL) atravessarem a pele sem a danificar atuando sobre as veias mais profundas, constitui a base racional para a utilização destes métodos no tratamento das varizes e dos derrames. A utilização de laser e IPL exige profissionais bem treinados, para evitar complicações que podem surgir em mãos pouco experientes. Os resultados são excelentes e os tratamentos bem tolerados.

CIRURGIA

A cirurgia venosa dos membros inferiores, para remoção de varizes, pode ser levada a cabo por diversos métodos de crescente complexidade.

FLEBOTOMIA AMBULATÓRIA

Flebotomia ambulatória é um método cirúrgico para remoção de varizes superficiais. É geralmente efetuado com anestesia local. São usadas pequenas incisões que não deixam cicatrizes.

CIRURGIA ENDOVASCULAR COM LASER

Trata-se de um tratamento cirúrgico de última geração que consiste na inserção de uma fibra ótica na veia afetada, habitualmente a grande ou pequena safena. O procedimento é levado a cabo com anestesia regional ou local e exige apenas um pequeno período de recobro de duas a quatro horas, podendo o paciente ter alta em seguida.

CIRURGIA CONVENCIONAL

A cirurgia convencional destina-se aos casos cujas características ou gravidade impedem a utilização de um dos métodos anteriormente descritos. Pode ser efetuada usando anestesia local, epidural ou geral em regime de ambulatório (alta após quatro horas de recobro).